51 2108.2108
Área do Associado
esqueci minha senha

Notícias

22/02/2021

Consed analisa impactos da bandeira preta sobre atividades das empresas

Clique na imagem e veja a galeria completa

Reunido de forma híbrida nesta segunda-feira, 22, sob o comando do presidente Marcelo Lauxen Kehl, o Conselho Deliberativo da ACI-NH/CB/EV analisou, entre outros assuntos, os impactos da bandeira preta sobre as atividades empresariais na região de Novo Hamburgo. Confira os temas abordados: 

Posicionamento – Após o anúncio da mudança de bandeira, de vermelha para preta, na última sexta-feira, dia 19, a ACI veiculou orientações aos associados em seu site e emitiu um posicionamento oficial em que enfatiza ser necessário atacar as reais causas da contaminação, e não as empresas, cujas atividades produtivas passam a sofrer restrições mesmo seguindo todos os protocolos de segurança em suas dependências. (Confira aqui a íntegra da nota assinada pelo presidente Marcelo Lauxen Kehl). O Gabinete de Gestão da Crise da entidade participa de ações visando à adoção de medidas que preservem os interesses das empresas associadas e da comunidade regional.

Prato Principal – O evento da próxima quinta-feira, 25, que seria híbrido, será realizado em formato on-line, entre 12h30min e 13h30min. O palestrante é o economista Igor Morais, que abordará o tema Cenário econômico 2021: desafios para o Brasil. “Tínhamos a expectativa de realizar este mês um evento presencial seguro e com informações relevantes como foi o de janeiro, mas as novas circunstâncias nos obrigam a ser prudentes”, afirma Marcelo Lauxen Kehl.

Escritório da Junta Comercial do RS – Desde o início do mês, conta com novo servidor, Leandro Henses, cedido pela Prefeitura de Estância Velha.

Simples Gaúcho – A entidade, através de sua assessoria jurídica, ingressou com mandado de segurança contra o Governo do Estado do Rio Grande do Sul pela inobservância do prazo de 90 dias após a aprovação para entrada em vigor das novas regras do Simples Gaúcho.

O pacote de impostos foi aprovado pela Assembleia Legislativa em 22 de dezembro de 2020 e as novas regras deveriam valer a partir de 1º de abril deste ano, e não a partir de 1º de janeiro, como a Secretaria da Fazenda (Sefaz) determinou. Conforme o diretor Marco Aurélio Kirsch, a medida impacta principalmente as pequenas empresas.

A Lei n. 15.576, que entrou em vigor em 29/12/2020 e estabelece a reforma tributária do Estado do RS, acabou com o Simples Gaúcho para as microempresas e empresas de pequeno porte do Simples Nacional, que tinham um tratamento diferenciado, como isenções e descontos no ICMS recolhido dentro das alíquotas do Simples Nacional.

Encontros com prefeitos – Nesta terça-feira, 23, o prefeito Diego Francisco participa da reunião on-line do Comitê Regional de Estância Velha para apresentar projetos relacionados à indústria, ao comércio e ao setor de serviços, bem como para conhecer as demandas da entidade nas três áreas. Na última quinta-feira, 18, o prefeito Luciano Orsi participou da reunião do Comitê Regional de Campo Bom e, na última sexta-feira, o presidente Marcelo Lauxen Kehl e o diretor Marco Aurélio Kirsch reuniram-se, a convite, com o prefeito em exercício de Novo Hamburgo, Marcio Lüders. Para o mês de março, está agendada reunião com a prefeita Fátima Daudt.

Sistema 3C – O Cadastro do Comércio de Calçados completa 50 anos de criação em 2021. O vice-presidente de Indústria e coordenador do 3C, Frederico Wirth, destacou que o sistema possui duas frentes. Uma, de análise de crédito, contém informações financeiras inseridas pelas empresas calçadistas participantes e relacionadas aos lojistas com os quais realizam negócios e a outra - comercial e estatística – disponibiliza informações sobre consumo de calçados por cidade, classe social, sexo, idade e outros critérios. “O sigilo das informações é total e o 3C é motivo de orgulho para as empresas participantes”, disse Wirth.

Preços dos combustíveis – Ainda que os preços dos combustíveis impactem as atividades de todos os setores da economia, a entidade considera a alta verificada nas últimas semanas um fenômeno global, relacionado ao aumento do preço de barril de petróleo e do dólar. A interferência política na Petrobrás para conter os preços não é recomendada, assim como não é em outros setores, como o de energia elétrica, cujos preços foram represados artificialmente em governos anteriores e até hoje as diferenças vêm sendo pagas pelos consumidores.

Nova edição do GDE – O vice-presidente de Governança e Qualidade, Diogo Leuck, destacou a realização do webinar sobre governança em empresas familiares, no dia 9 de fevereiro, com a presença da especialista Mariana Moura, e de uma nova edição do curso GDE – Gestão e Desenvolvimento para Excelência, com aulas on-line e consultorias presenciais entre 12 de abril e 13 de setembro. O curso tem foco em inovação e gestão anticrise, entre outros temas, e é voltado a profissionais com poder de decisão em empresas.