51 2108.2108
Área do Associado
esqueci minha senha

Notícias

20/01/2021

Confira cinco desafios para 2021

Dicas preparadas pelo coordenador do curso de Processos de Inovação da Universidade Feevale são baseadas no relatório The Future 100 

Com base no relatório The Future 100, da Wunderman Thompson, o professor Jefferson Sordi, coordenador do curso de Processos de Inovação, lançado recentemente pela Universidade Feevale, preparou cinco dicas, que representam desafios para 2021. O relatório destaca comportamentos emergentes do consumidor e identifica tendências que abrangem temas que vão desde cultura e beleza até finanças, tecnologia e inovação. Confira os desafios apontados por Sordi: 

A era da privacidade dos dados 

Os dados que geramos deveriam ser usados para tornar nossa vida de consumidor mais fácil e nos trazer conteúdos personalizados e relevantes. 89% dos consumidores entendem que a forma como as empresas usam os dados de seus clientes não é correta. Embora já se observem iniciativas de empresas como Google, Apple outras big techs, como são chamadas as gigantes do setor de tecnologia, ainda há caminhos a percorrer. E as marcas que forem capazes de trazer esse futuro de forma confiável e ética terá sucesso entre os consumidores. 

Tecnologia tátil 

A tecnologia tátil, ou haptic tech, se refere a qualquer tecnologia que produz a sensação de toque e movimento. Foi possível perceber várias iniciativas em 2019 e 2020 nesse sentido. E o 5G sendo lançado nos principais mercados ao redor do mundo, oferece o poder de processamento necessário para executar a tecnologia de forma integrada. A tecnologia tátil foi criada para revolucionar tudo, do entretenimento à educação. Ele eleva os ambientes digitais 3D a algo muito mais interativo e emocional. À medida que os produtos aprimorados ao toque melhorarem, a demanda crescerá e a áreas de P&D (pesquisa e desenvolvimento) verá mais investimentos. Agora é hora de as marcas avaliarem como a sensação ao toque pode aprimorar sua estratégia de inovação de produto. 

O meio ambiente como “centro” das empresas 

Os esforços em evolução estão tentando resolver o problema do desperdício em torno das embalagens de alimentos, facilitando para os consumidores fazerem escolhas sem desperdício. Novos concorrentes estão oferecendo alternativas sem resíduos para produtos do dia a dia e favoritos de marca, para que os consumidores não tenham que mudar seus hábitos diários. Ao criarem aplicativos e plataformas que utilizam alimentos e sistemas de entrega existentes, as empresas estão ajudando os consumidores a adotar práticas mais verdes, de maneira fácil e conveniente. Aqui, as marcas têm uma grande oportunidade de fornecer inovações, impulsionar o consumidor e apoiar a mudança em direção a uma vida sustentável. 

A beleza biológica 

A beleza torna-se biológica: uma série de marcas de beleza estão fazendo uma ponte entre biologia e cuidados com a pele, voltando sua atenção para o microbioma da pele, a barreira bacteriana que protege a pele. A biologia pode levar os cuidados com a pele a um novo nível. E, à medida que os consumidores demonstram um apetite crescente por uma abordagem biológica da beleza, marcas já estabelecidas e startups emergentes estão voltando sua atenção para a beleza do microbioma. 

Um novo varejo 

As experiências de varejo estão sendo reinventadas por avanços em realidade aumentada (AR), criando novas janelas para descoberta. Mais marcas estão investindo no potencial ilimitado da AR para criar experiências de compras envolventes. No momento, a maioria dos varejistas está experimentando com AR em projetos únicos, mas, com o lançamento do 5G, as experiências de compra de realidade aumentada podem atingir níveis de imersão desconhecidos, dando nova profundidade e significado à fusão da experiência de compra online. No futuro, a longo prazo dos óculos AR e, posteriormente, das lentes de contato, nossa visão se tornará nossa tela. Informações e objetos digitais muitas vezes serão indistinguíveis de objetos físicos, e uma nova camada de moda digital surgirá onde os itens não precisarão ser fabricados fisicamente, mas serão ‘usados’ virtualmente neste reino de realidade aumentada. 

Saiba mais: 

Esses e outros temas serão abordados no curso de Processos de Inovação, oferecido pela Universidade Feevale. Com temática e formato inéditos no Brasil, o curso possibilita que, a cada semestre, o estudante desenvolva projetos. No quarto e último semestre o aluno pode escolher entre desenvolver um projeto de negócio junto ao Feevale Techpark ou propor uma solução de inovação para a empresa em que atua. Para inscrições e mais informações, acesse conteudo.feevale.br/processos-de-inovacao.

Fonte/Associada: Universidade Feevale