51 2108.2108
Área do Associado
esqueci minha senha

Notícias

25/02/2021

Na abertura do Prato Principal, presidente da ACI parabeniza aniversariantes e destaca benefícios aos associados

Na abertura do Prato Principal desta quinta-feira, o presidente da ACI, Marcelo Lauxen Kehl, fez um agradecimento especial à Sicredi Pioneira, pelo patrocínio, e à Universidade Feevale, pelo apoio máster ao evento, bem como aos profissionais da casa e ao time de vice-presidentes que o acompanha.

Também deu as boas-vindas aos novos associados de janeiro: Aceleração Comercial - Consultoria e Agência de Marketing Digital, Anirose Calçados, Ata Supreme, Camaleoa Indústria Têxtil, Golden Maq Comercial Importadora de Máquinas, Hinterholz Treinamentos, Litofix, Melius Desenvolvimento Organizacional, Novacor Indústria e Comércio de Plásticos e Pigmentos e Soul Negócios Imobiliários. “Sejam muito bem-vindos, e que tenham muito sucesso conosco”, afirmou. O presidente destacou que, num mês de janeiro, em meio a uma pandemia e com todos os efeitos nefastos que ela causa, contar com dez novos associados é um grande privilégio.

Marcelo Lauxen Kehl também parabenizou as empresas aniversariantes deste mês. Com 05 anos, BF Logistics. Com 15, Pontual Contabilidade. Com 25, Queiroz Organizações Contábeis e, com 65 anos, Comissária Ultramar de Despachos Internacionais. “Vida longa a todas”, afirmou.

Confira a seguir outros pontos destacados pelo presidente da ACI:

“Há um mês, estávamos reunidos na Sociedade Ginástica, seguindo à risca os protocolos de prevenção à Covid, no primeiro evento presencial (no caso, híbrido) realizado pela entidade em 11 meses. Foi um sucesso e acreditávamos que, depois de lá, seria tudo assim, até o momento em que poderíamos fazer nossos eventos como eram antigamente. Infelizmente, a realidade, muitas vezes, nos atropela, tivemos que dar um passo atrás e, hoje, voltamos ao formato on-line. O qual, parafraseando a ex-presidente Dilma, não é tão bom, mas também é bom! Perdemos o calor humano e o olho no olho, coisas que nos fazem bem, mas a essência do tema está preservada.

Vemos que o momento é grave e temos que fazer a nossa parte, evitando todo o contato que seja desnecessário para diminuir a contaminação e, ao mesmo tempo, manter nossos negócios abertos. Defendemos, desde o início da pandemia, que fossem tomadas todas as medidas para evitar a Covid, inclusive lançando diversas campanhas neste sentido, e também que os nossos negócios formais, onde adotamos todos os protocolos, não são um risco à saúde pública e por isto mesmo devem ser mantidos abertos.

Defendemos, também, a volta às aulas presenciais (talvez, não neste momento). Não porque não haja riscos. Qualquer contato humano traz o risco de contaminação. Mas, sim, por entendermos que, em um ambiente formal, onde todos estão preocupados e seguindo os protocolos relativos ao tema, o risco é muito menor do que fora dele. Nossas crianças e adolescentes, em não estando em sala de aula, estão à mercê do vírus, em brincadeiras não-supervisionadas, em creches informais com grande quantidade de crianças e poucos cuidados e em festas clandestinas. Devemos seguir o exemplo dos países que prezam a educação de fato e não apenas no discurso, onde aula presencial foi a atividade que menos foi paralisada.

Temos, também, boas notícias! Uma diz respeito às vacinas, que, agora em março, devem passar a chegar numa quantidade que permitirá a aceleração da imunização e nos colocará mais próximos da solução do problema. E, para os nossos associados regidos pelo regime de tributação simplificado, o Simples Nacional, obtivemos uma liminar que permite postergar o aumento de impostos determinado pelo Estado no apagar das luzes de 2020. Como o governo estadual extinguiu as faixas de redução do ICMS do Simples Gaúcho, resultando num grande aumento de tributação, e não cumpriu a noventena legal para isto, ingressamos com ação visando que a mesma fosse garantida, e a liminar ganha faz com que os efeitos da extinção destas faixas de redução passem a valer apenas a partir de 29 de março.

Isto mostra duas coisas: o porque de nós, na ACI, termos muito cuidado ao analisar projetos enviados aos legislativos, pois muitas vezes eles incluem maldades como esta, e como a nossa entidade está sempre atenta para cuidar dos interesses legítimos de seus associados, seja de que tamanho forem.

Complementando as nossas atividades, tivemos, neste mês, encontros com representantes dos três municípios onde temos sedes, para ouvir os planos dos gestores e passar-lhes nossas expectativas. E conseguimos que fosse retirado, na maioria das cidades da região, o ponto facultativo do Carnaval, que era uma acinte em meio à pandemia e um desserviço à população.

E já temos definido o Prato Principal de março. Será no dia 25, com o tema O Cenário Institucional Brasileiro: Atualidade e Perspectivas, apresentado pelo general Sérgio Etchegoyen, que foi chefe do Estado Maior do Exército Brasileiro e ministro do Gabinete de Segurança Institucional de 2016 a 2018, no governo Temer. Programem-se!”