51 2108.2108
Área do Associado
esqueci minha senha

Notícias

30/07/2020

Competitividade para crescer. Tema foi defendido pelo presidente da Assembleia Legislativa durante o Prato Principal

Clique na imagem e veja a galeria completa

Novo Hamburgo/RS – O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, deputado Ernani Polo, foi o palestrante do Prato Principal promovido pela Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha, na quinta-feira (30). Ao defender a “Competitividade para crescer”, o legislador fez um resgate do surgimento da pandemia, as primeiras ações e determinações, e focou na retomada do crescimento, assinalando a importância da desburocratização, do apoio à economia e do estímulo à inovação. "Certamente, precisamos manter a união e o equilíbrio acima de tudo", pontuou ele.

Para o deputado, é fundamental criar um ambiente mais competitivo, principalmente agora. "Antes da pandemia isto já era uma necessidade. Hoje mais ainda. Estamos vendo a desestruturação de vários segmentos, com desemprego aumentado e pessoas desesperadas porque o fecha tudo e o fica em casa serve apenas para algumas situações, e não há comprovação de nada. No início da pandemia, quem defendia a economia era tachado de ser contra a vida. E não é assim. Somos à favor da vida, do tratamento precoce, justamente para evitar que o quadro se agrave", argumentou.

Ernani Polo explicou que, até bem pouco tempo, havia uma resistência muito grande em entrar com o tratamento precoce. "Hoje, vários municípios já entenderam, a partir de experiências que estão dando resultados positivos. A conscientização é fundamental em todo o processo de proteção, na implementação dos protocolos. Mas trabalhar não significa se contaminar. Estamos quebrando resistências e salvando vidas pela saúde, e pela oportunidade de emprego", avaliou.

O deputado também apresentou um resumo das decisões encaminhadas durante as 14 edições do Fórum de Combate ao Colapso Social e Econômico do RS, idealizado por ele, em parceria com 30 setores, dos quais a ACI também faz parte. Inclusive, na próxima segunda-feira (03), acontece o 15º encontro, ocasião em que serão debatidos assuntos sobre a educação no RS.

Sobre reforma tributária, Ernani Polo enfatizou que "qualquer mudança precisa ter um olhar competitivo, e não arrecadatório". "Entre os anos 90/2000, perdemos, na região de Novo Hamburgo, muito do setor calçadista. E o mesmo aconteceria com Santa Catarina, no setor têxtil, se naquela ocasião a tributação não tivesse sido reduzida. "E Santa Catarina deu um salto". 

O Prato Principal foi realizado de forma on-line e aberto à comunidade interessada, sendo transmitido pelo youtube.com/ACINHCBEV. A coordenação de debate ficou a cargo do presidente da entidade, Marcelo Lauxen Kehl. E o patrocínio do evento foi de Sicredi Pioneira RS, com apoio master da Universidade Feevale.

De Zotti Comunicações
Em 30/07/2020