51 2108.2108
Área do Associado
esqueci minha senha

Notícias

02/09/2021

Empresas locais têm interesse em atuar nos Estados Unidos

Clique na imagem e veja a galeria completa

As primeiras empresas do Vale do Sinos que devem integrar a Missão Empresarial Texas 2021 já são conhecidas. Elas tiveram acesso a informações sobre o mercado texano durante o 1º Brasil Texas Round-Up, evento que a Câmara Texana de Comércio no Brasil realizou em Gramado, no mês de julho, e no qual convidou a ACI para coordenar a ida de associados ao Texas. No lançamento da Missão Empresarial nesta quinta-feira, os seus diretores revelaram que os planos de negócios já estão em andamento.

Uma destas empresas é a Wirklich, de Campo Bom e líder em soluções plásticas para ferrovias no Rio Grande do Sul. O diretor Marcelo Sperb já reuniu-se com diretores da Câmara Texana no Rio de Janeiro e está desenvolvendo um projeto para identificação de oportunidades e instalação de uma unidade fabril no Texas.

“Os Estados Unidos têm 20 vezes mais linhas ferroviárias que o Brasil e, durante a missão empresarial, pretendemos ter contato com pessoas que têm relação com as atividades da Wirklich”, disse.

Outra empresa que sinaliza interesse em integrar a missão é a Assessoria de Conteúdo Luísa Abreu (ACLA). A diretora Luísa Abreu é especialista em estratégias digitais e produção de conteúdo empresarial. Possui experiência internacional e contatos nos Estados Unidos, bem como parcerias locais para prestação de serviços na área.

Já Pollibox Indústria de Adesivos, produtora de adesivos em forma de filmes para diversos segmentos industriais, como automotivo e calçadista, possui atuação consolidada no exterior, especialmente em países da América Latina e no México, onde inclusive mantém uma unidade fabril.

De acordo com o diretor Antônio Carlos Bianchi, o objetivo é ingressar no mercado dos Estados Unidos e da América do Norte em geral. Segundo ele, a empresa já participou de feiras nos Estados Unidos, sem contudo ter alcançado os resultados esperados. “A missão ao Texas será importante para encontrarmos a maneira certa de ingressar no mercado dos Estados Unidos, cujo potencial de consumo é muito grande”, acrescenta Maikon Konrad, gerente de exportação da empresa.