51 2108.2108
Área do Associado
esqueci minha senha

Relatório
de Gestão 2006/2007

Junho de 2006

Em razão da greve dos funcionários da Receita Federal, a ACI-NH/CB/EV impetrará Mandado de Segurança Coletivo, com o objetivo de liberar as mercadorias das empresas associadas, que estão sendo retidas no Entreposto Aduaneiro de Novo Hamburgo.

 


Com o objetivo de conscientizar a sociedade a respeito da ata carga tributária brasileira, a ACI-NH/CB/EV levará o seu "Feirão do Imposto" para a 14ª edição do Salão Internacional do Couro e Calçado.

 


A ACI foi destaque durante o Congresso das Entidades Filiadas à Federasul, evento realizado em Gramado na última sexta e sábado.O vice-presidente do Conselho de Desenvolvimento e Assuntos Estratégicos da entidade, Júlio Camerini, apresentou o case do CONAF (Conselho Administrativo e Financeiro), detalhando suas atribuições.

 


O "Prato Principal", tradicional reunião almoço da ACI, deve trazer novas perspectivas ao setor coureiro-calçadista. Com o tema "Situação econômica do Rio Grande do Sul e perspectivas de desenvolvimento", o secretário estadual do Desenvolvimento e Assuntos internacionais, Luis Roberto Ponte, falará aos empresários sobre o enquadramento do segmento no programa Integrar-RS. " Temos um cluster imbatível no Rio Grande do Sul e ele tem de seguir adiante", antecipou o secretário.

 


Durante a reunião-almoço da ACI, o vice-presidente da entidade, Júlio César Camerini, entregou uma carta ao secretário de Desenvolvimento e Assuntos Internacionais (SEDAI) do RS, Luis roberto Ponte.

O secretário estadual do Desenvolvimento e Assuntos Internacionais, Luis Roberto Ponte, reforçou o empenho do governo gaúcho em fazer tudo o que estiver ao seu alcance para contribuir com o segmento coureiro calçadista. Durante a realização do "Prato Principal" reunião-almoço ocorrida na ACI, Luis Roberto relatou para mais de 50 empresários a situação econômica do Rio Grande do Sul, incluindo dados sobre a evolução do gasto com a folha do funcionalismo, a relação de pagamento do serviço da divida, ressarcimentos de exportações, o comportamento da receita e a evolução do ICMS, entre outros.

 


A cooperativa Arte de Mulher, que envolve 39 artesãos atuando com o couro como matéria prima, prepara o seu lançamento oficial, em cerimônia agendada na Unisinos. A presidente da entidade, Alceda Matte, esteve reunida com o secretário municipal da Industria e Comércio, Diego Martinez, solicitando um espaço onde seja possível o desenvolvimento das atividades do grupo, que é gerido pela ACI.

 


A Comissão de Segurança da ACI coordenado por Adriano Fleck, pretende reunir na próxima terça-feira representantes da Brigada Militar, Polícia Civil, Prefeitura Municipal e Câmara de Dirigentes Lojistas, na sede da entidade.

 


Já está nas mãos do governador Germano Rigotto e prefeito José Fogaça o documento encaminhado pela ACI solicitando a ampliação urgente da pista do aeroporto Salgado Filho.

 


Entidade vai gerar um documento para auxiliar autoridades com à segurança pública.Ouvir as principais observações dos comerciantes, empresários e moradores do bairro Hamburgo Velho, discutir formas de combate à violência e trocar idéias diretamente com as autoridades responsáveis pela segurança pública. Com base nestes objetivos, a Comissão de Segurança da ACI reuniu mais de trinta pessoas no auditório da entidade.

 


A Justiça Federal deferiu liminar à Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha favorecendo os despachos aduaneiros a cerca de 1,1 mil empresas que podem estar com mercadorias trancadas no Porto Seco de Novo Hamburgo.A retenção se deve à greve dos auditores fiscais da Receita Federal que se arrasta há mais de quatro semanas.

 


A ACI está iniciando um trabalho com o objetivo de reforçar o Programa Empreender na região. O vice-presidente de empreendedorismo da entidade, Hugo Springer, esteve reunido com representantes do Sebrae de Novo Hamburgo e São Leopoldo para tratar do assunto.

 


A comunidade de todo o Vale dos Sinos já pode conferir, no site www.acinh.com.br da ACI, o perfil dos deputados federais e estaduais da região e as suas metas para o atual mandato.

 


A ACI promove mais uma edição do "Papo com Café". O tema em pauta será o horário livre no comércio, com "A Visão da Fiscalização no Trabalho".

 


Um dos temas mais discutidos da atualidade, o estresse será o assunto em debate na ACI. Na ocasião, a entidade promoverá a palestra "Qualidade de vida no trabalho e gerenciamento do estresse: o diferencial do futuro", com Ana Maria Rossi, doutora em psicologia clínica.

 


A vice-presidência de Sócios da ACI está, desde a semana passada, sob responsabilidade de Fátima Daudt, que já ocupava a vice-presidência de Serviços.  
 


Em meio a uma crise que já levou diversas empresas exportadoras a fecharem suas portas, em decorrência da flutuação cambial, a ACI oferece uma série de comércio exterior, alguns deles inclusive para empresas não sócias. A ACI foi nomeada por entidades como FIERGS e FEDRASUL para emitir estes certificados, que são exigidos por muitos compradores estrangeiros, passando pelas principais aduanas do mundo.

 


Mesmo com todo o Brasil praticamente parado no jogo contra o Japão, a ACI deu continuidade ao seu trabalho. Em pleno horário da partida, a entidade sediou a reunião do Codec.

 


A ACI continua empenhada em ver resolvida a questão da ampliação da pista do Aeroporto Internacional Salgado Filho. A entidade já tem confirmada presença do Superintendente Adjunto da Infraero, Marco Aurélio Franceschi, que irá falar sobre as implicações sociais da obra, entre outras questões referentes ao assunto.

 


Uma boa notícia para as empresas do Vale dos Sinos frente à retração da economia que assola o País: está em vigor a nova circular do BNDES, que muda as regras de financiamento. Conforme o vice-presidente de Economia e Estatística da ACI, João Bruxel, que esteve no BNDES esta semana para obter mais informações. O percentual de financiamento também será esticado.O mínimo pula de 60% para 70%, sendo que pode cobrir 100% do valor, dependendo do projeto.

 


Uma turma formada por 11 alunos do Projeto Vencer, mantido pela Fundação Semear, conheceu a sede da ACI. Os alunos, que estudam temas voltados ao comércio, como marketing pessoal, apresentação pessoal e técnicas de venda, foram recebidos pelo diretor de Relações Institucionais Marco Kirsch, que apresentou o papel da entidade.

 


O "Papo com café" evento promovido pela ACI vai abordar um tema que causou muita polêmica entre os comerciantes da região. O fiscal da Subdelegacia do Trabalho em Novo Hamburgo, Emerson Tyrone Mattje, vai falar sobre o "Horário Livre do Comércio"

 


Em meio a tantas dificuldades que assolam o Vale do Sinos, a ACI tem um bom motivo para comemorar sua participação no crescimento de diversas empresas na região: a entidade completa dez anos de atividade como Posto Avançado de Emissão de Certificados de Origem, uma concessão da FIERGS para emissão do documento que atesta a procedência dos produtos. Neste período, o posto da ACI emitiu cerca de 146 mil certificados.

 


Com o objetivo de capacitar ainda mais os profissionais da região, a ACI sediou uma palestra para cerca de 30 pessoas sobre bom atendimento, dirigida ao Núcleo de Empresas de Móveis e Esquadrias do Vale dos Sinos. A palestra foi proferida por Ervolin Barth.

 


Um dos assuntos mais discutidos no dia-a-dia das empresas será pauta do curso "Convivendo com as diferenças - como formar equipe harmônica respeitando as características pessoais" que será ministrado por Vera Schoenardie. A palestra será na sede da ACI.

 


O economista chefe da Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul (Federasul), Alfredo Peringer, criticou pesadamente os gastos públicos no Brasil. "A crise brasileira e o desemprego existem principalmente pelo excessivo volume de gastos primários e conseqüente alta tributária", destacou Peringer durante o Prato Principal de maio da ACI.

 


A proposta de Giovani Feltes, de criar uma instituição em que profissionais contratados trabalhem na prospecção de investimentos para a região, não é para anular iniciativas de outras instituições. Ele citou o caso da ACI que está fazendo estudos dobre reconversões da economia de municípios da região.

 


Com o objetivo de integrar ainda mais suas vice-presidências, a ACI está realizando as reuniões de seu Conselho Deliberativo de forma itinerante onde atua.

 


Quem participar do Prato Principal terá a oportunidade de acompanhar, pela primeira vez, o relatório eletrônico de suas atividades, produzido pelo departamento de Marketing.

 


O dia 8 de junho será uma data especial para celebrar boas lembranças dos precursores de uma das principais atividades da região calçadista. Nesta data, a ACI irá homenagear os integrantes da primeira missão calçadista ao exterior, ocorrida em 1945.

 


Dezessete empresas de Novo Hamburgo, Campo Bom, Estância Velha, São Leopoldo e Ivoti são as mais novas integrantes do programa Redes de Cooperação.

 


Uma pesquisa vai revelar quais são as marcas mais lembradas pela população hamburguense. O estudo foi encomendado à Feevale pela Prefeitura, CDL, ACI e Sindilojas. Serão cerca de 8 pesquisadores que a partir desse mês vão colocar à prova 68 segmentos da indústria, comércio e serviços. O diretor de serviços da CDL, Leonardo da Silveira contou que serão entrevistadas 1,2 mil pessoas.

 


Em votação polêmica, o projeto que revoga a lei do horário livre no comércio de Novo Hamburgo, de autoria de Ralfe, foi rejeitado. Participaram do encontro representantes do Sindilojas, CDL, ACI, Associação dos lojistas de NovoShopping, Grupo Pensando em Novo Hamburgo e sindicato de bares e restaurantes.

 


Numa iniciativa do Centro de Pesquisa e Planejamento da Feevale, em parceria com a CDL, Sindilojas, ACI e prefeitura, foi apresentado ontem pela manhã o projeto "Marcas que Marcam" que prevê a premiação de marcas do mercado hamburguense, com troféus "Top of Mind".

 


Os pioneiros da exportação calçadista, receberão uma homenagem especial durante a Festa do Sapato que será realizada em Campo Bom. A inciativa da ACI e comissão organizadora da festa ocorrerá no Clube 15 de Novembro.

 


Sem inovação as empresas vão perdendo. A opinião é de José Antônio Martins, vice-presidente da Marcopolo. Em 2004, ele implantou mudanças na empresa caxiense."As medidas custaram uma participação da Marcopolo no mercado, mas 70% da rentabilidade da empresa já foram recuperados", disse ele no Prato Principal, reunião almoço da ACI.

 


O acordo comercial fechado entre a Comissão regional das Agências de Viagens, liderada pela ACI a South African para reduzir o preço das passagens para China é para empresas, e não para pessoas físicas.

 


O vice-presidente de Infra-Estrutura da ACI de Novo Hamburgo, Edgar Fedrizzi Filho, lembra que, desde a fundação da cidade, a Avenida Sete de Setembro sempre foi uma rua de ligação aos bairros. Segundo ele, a construção do viaduto fez com que este trajeto fosse mais utilizado pelas pessoas que trafegam no município.

 


A ACI levará o Feirão do imposto para a 14ª edição do Salão do Couro e Calçado.

 


Para evitar que mais empresas encerrem suas atividades em Novo Hamburgo, o secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Diego Martinez, está abrindo as portas da Semic para ouvir e atender às necessidades do empresariado em dificuldades. O atendimento ocorre na sede da ACI.

 


A importância da indústria coureiro-calçadista para o desenvolvimento da nossa região é inegável. É preciso que nossa indústria encontre novas posições competitivas através da agregação de mais tecnologia, criatividade e qualidade aos produtos aqui fabricados. Com esse objetivo a ACI promoveu, em maio, reunião com diversas entidades.

 


Uma nova reunião multisetorial com o governo federal para tratar de assuntos que ainda estão pendentes e que afetam a competitividade das indústrias. Em cima desta reivindicação a ACI e outras entidades de setores exportadores vão insistir.

 


A Senior Sistemas, desenvolvedora de software para gestão empresarial do Brasil, em parceria com a IBM, realiza na próxima quarta-feira, na ACI o roadshow ERP - do operacional à gestão estratégica, evento voltado para o mercado corporativo


Renato Luiz Bauermann citou que antes mesmo da liminar concedida a ACI Novo Hamburgo, em torno de outras 60 tinham chegado à casa, a maioria impetrada de forma individual pelas empresas.

 


A ACI também vai abrir espaço hoje pela manhã para abordar o novo sistema de tributação do ICMS para as micro e pequenas empresas, mais conhecido como o Simples Gaúcho.

 


A Feira Brasileira de Máquinas e Ferramentas - MF 2006 começou apostando na atualização tecnológica da indústria gaúcha para dar continuidade ao trabalho de aumento na competitividade. A MF 2006 tem o apoio da ABIMAQ, Sindimetal, ACI-NH/CB/EV, entre outros.