51 2108.2108
Área do Associado
esqueci minha senha

Relatório
de Gestão 2006/2007

Fevereiro de 2007

Dispostos a buscar uma efetiva solução para os problemas que atingem a cadeia coureiro-calçadista, cinco entidades representativas do setor estiveram reunidas com o Secretário de Desenvolvimento e de Assuntos Internacionais do Rio Grande do Sul (Sedai), Nelson Proença na sede da ACI-NH/CB/EV. A pauta principal girou em torno da questão da transferência dos créditos de ICMS, considerada essencial para a manutenção de empresas e de negócios, além do pedido para que o governo estimule o setor e que seja formada uma parceria entre o governo do Estado e o empresariado.

 


O projeto Empreender da ACI-NH/CB/EV, juntamente com o Sebrae/RS, realiza o 1º Encontro de Proprietários de Restaurantes de Novo Hamburgo, dentro do Núcleo Rede Gastronômica de Novo Hamburgo. Tendo como o objetivo incentivar o turismo através da organização dos restaurantes dentro do conceito associativista, buscam capacitar os empresários para melhor gerir seus negócios no mundo globalizado e mostrar as necessidades de mudança e novas visões de negócio.

 


"A questão do câmbio é delicada para os exportadores e o que estamos acompanhando é um mercado assustado com a atual cotação. Mas não podemos generalizar, há empresas que estão bem", afirmou Fátima Daudt, presidente da ACI-NH/CB/EV. Mas sabendo do problema a entidade já começa a negociar a possibilidade de ir a Brasília/DF para novamente fazer pressão em defesa do setor calçadista, a exemplo de outras idas no ano passado. "Os governos (federal e estadual) conhecem bem os problemas, mas é nosso papel continuar batendo nesta tecla", declarou Fátima.

 


A primeira reunião-almoço do Prato Principal 2007 promovida pela Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha contará com a presença de Sérgio Baccaro Júnior, gerente de Marketing da Calçados West Coast/ Cravo Canela. Bacharel em Comunicação Social, na área de Publicidade e Propaganda, com MBA em Marketing e especialização em Comportamento do Consumidor pela Fundação Getúlio Vargas, Baccaro Júnior falará sobre "Onze atitudes e meia para revolucionar sua marca".

 


O Conselho de Economia e Estatística da ACI-NH/CB/EV vai debater a Lei Kandir, durante o evento "Economia & Negócios", que acontece na sede da entidade. O evento terá a coordenação do economista Igor Morais e leva o título de "A Lei Kandir ainda vale? O que o RS pode esperar?".

 


A ACI-NH/CB/EV, através de seu departamento de comunicação, planejou um concurso para a escolha do novo slogan da entidade. Aberto à comunidade e associados, busca chamar a atenção das pessoas e empresas da região para a importância e representatividade que a ACI possui no alcance de metas comuns a todos. Para formalizar este concurso e alcançar os objetivos propostos, foi elaborada uma concorrência entre agencias de publicidade associadas à entidade para a criação e desenvolvimento de uma campanha publicitária, vencida pela Metrópolis Comunicação. Conforme o vice-presidente de Comunicação da ACI-NH/CB/EV, Jones Baptista Júnior, o objetivo desta campanha, além de escolher um novo slogan para a entidade, é mostrar para a comunidade da região que a ACI sempre esteve e sempre estará de portas abertas para ouvir problemas e sugestões, e com isso trabalhar para o desenvolvimento de todos os segmentos. A primeira etapa do concurso consiste na votação em um dos três slogans sugeridos ou a melhor idéia proposta.

 


A Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha, está presente no Salão Internacional do Couro e do Calçado (SICC), em Gramado/RS. Conforme Maria Lúcia Chaves de Almeida, a entidade vai participar com a sua área institucional, através da divulgação dos serviços, apoio e informações aos visitantes e expositores. Também será mostrada a exposição "Feirão do Imposto", além de da divulgação da Revista "O Empresário", dos cursos e eventos realizados pela entidade.

 


A possibilidade de novas restrições às transferências dos créditos de ICMS dos exportadores dominou a pauta da primeira reunião da Comissão Mista Permanente de Participação Legislativa Popular na Assembléia Legislativa. O deputado João Fischer (PP), que assumiu a presidência da comissão, encaminhará à casa Civil e aos secretários estaduais da Fazenda e do Desenvolvimento e dos Assuntos Internacionais um documento com as assinaturas dos parlamentares que se opõem à medida. "Não estamos aqui para trancar a ação do governo, mas sim para colaborar e, para tanto, precisamos conhecer as ações do governo e os setores que poderão ser atingidos por essas ações" afirma o presidente da comissão. Para o vice-presidente da ACI-NH/CB/EV, Jorge Faccioni, o Estado sofre de uma doença que chama de "Intoxicação Cambial Grave", que está condenando o setor a uma situação extremamente difícil. Estiveram presentes ainda a presidente da ACI-NH/CB/EV, Fátima Daudt, o diretor de Relações Institucionais da entidade, Marco Kirsch, o gerente de tributos da KAE Assessoria, André Rubbieta, o gerente de Tributos da KL Assessoria de São Leopoldo, Izaías Rosin, e o diretor-executivo da Associação das Indústrias de Curtumes do Rio Grande do Sul, Paulo Ricardo Gribeler.

 


Dentro de sua meta de contribuir para o desenvolvimento econômico e social sustentável do Vale do Sinos, o Projeto Empreender vai formar novos grupos setoriais. Atualmente, o programa é composto pelos núcleos de oficinas mecânicas em Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha, apicultores, moveleiros, artesãos e restaurantes. "A idéia é formar novos grupos como calçados, software, metal-mecânico, gráficas e ainda multisetorial, com uma meta para esse ano de dez grupos, além da implantação de um Conselho de Empreendedorismo da ACI", antecipou o vice-presidente de Empreendedorismo da ACI, Hugo Springer.

 


O governo manterá as vantagens do Programa RS Competitivo para os setores produtivos da economia gaúcha. A garantida foi dada pelo secretário do Desenvolvimento e dos Assuntos Internacionais, Nelson Proença, às lideranças da cadeia coureiro-calçadista. Ele garantiu ainda o diferimento da tributação para o setor de máquinas e vantagens no ICMS sobre estoques da indústria calçadista. A presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha, Fátima Daudt, disse ao final da reunião que as negociações continuarão. O programa reduziu a alíquota do ICMS de 17% para 12% em alguns setores, com validade até 30 de julho.

 


O prefeito em exercício de Novo Hamburgo, Raul Cassel, evitou adiantar a posição do Executivo a respeito da criação de novos cargos pela Câmara de Vereadores. Como manda a lei, cabe ao prefeito sancionar ou vetar os projetos de lei aprovados pelo Legislativo. "Confesso que fiquei bem mais empolgado com a aprovação do projeto do Ipasem, que nos coloca a possibilidade de retomar as negociações para regularizar esse problema", disse o peemedebista, numa referência ao projeto, também aprovado, de negociação de dívidas do Município com o instituto. "Nós consideramos no mínimo curioso todo o País pedir por cortes em gastos públicos e aqui bem no nosso quintal a opinião ser outra. Os eleitores devem ser esclarecidos a respeito disso. Devem ser consultados quanto à criação desses cargos. A comunidade não foi consultada, não foi explicado para que vai servir esse novo assessor", disse a presidente da ACI-NH/CB/EV, Fátima Daudt.

 


Entidades vinculadas à indústria e ao comércio de Novo Hamburgo se reúnem para discutir e elaborar um manifesto contra a proposta de criação do terceiro assessor em cada um dos 14 gabinetes dos vereadores. Confirmaram presença representantes da Câmara de Dirigentes lojistas (CDL), do Sindicato dos Comerciários, da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha (ACI), da Associação dos Lojistas do Bourbon NovoShopping e do Grupo Pensando Novo Hamburgo. O encontro tem como objetivo falar do sentimento de contrariedade de toda a comunidade hamburguense em relação ao projeto.

 


O trabalho para fomentar o desenvolvimento de Novo Hamburgo está andando a passos largos. Já com a lei de incentivos aprovada, integrante do Conselho Municipal de Desenvolvimento Sócio-Econômico (CMDES) fizeram mais uma rodada de negociações, para definir quais os critérios que nortearão os incentivos a serem concedidos a área industrial, turística e de agronegócios. De acordo com Marco Aurélio Kirsch, diretor de Relações Institucionais da ACI-NH/CB/EV, são 31 critérios, cujos pesos e notas de cada um serão dados na próxima reunião do Conselho. A partir adi estará tudo pronto para liberar recursos para empresas se instalarem e expandirem na cidade.

 


O prefeito Jair Foscarini respeitou o clamor da comunidade e vetou o projeto que cria o terceiro assessor para cada um dos 14 vereadores da Câmara Municipal de Novo Hamburgo. Minutos antes de vetar a proposta, Jair recebeu um manifesto contra a criação dos cargos. O documento é assinado pelos representantes do Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas), Câmara de Dirigente Lojistas (CDL), Associação Comercial, Industrial e de Serviços (ACI), Associação dos Lojistas do Bourbon NovoShopping, Grupo Pensando Novo Hamburgo e Sindicato dos Comerciários.