51 2108.2108
Área do Associado
esqueci minha senha

Notícias

11/09/2018

Representantes da indústria de calçados do RS, com apoio da ACI, se manifestam pela desoneração tributária

Pleito busca equiparação do ICMS interestadual do Estado aplicado à indústria calçadista, ao mesmo percentual de Santa Catarina, que possui um crédito presumido subsidiado pelo Estado, efetivando uma alíquota de 3% do faturamento do mercado interno

Novo Hamburgo/RS - A Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha está apoiando a iniciativa dos representantes da indústria de calçados do Rio Grande do Sul, no movimento de manifestção pela desorenação tributária. O pleito pretende igualar a tributação com a do Estado de Santa Catarina, além de aproximar a tributação com São Paulo, o Nordeste e Minas Gerais, de forma que a tributação não represente uma vantagem competitiva tão importante a ponto de restringir a participação do produto gaúcho no mercado nacional.

No posicionamento divulgado, a desoneração tributára pretendida terá um impacto de cerca de 9% no preço de venda da indústria local, tendo em vista que há repercussão dessa desoneração em todos os custos vinculados ao preço de venda (PIS, Cofins, comissões, fretes).

Os representantes dos sindicatos observam que o Rio Grande do Sul já foi o líder no raking das exportações brasileiras de calçados entre todas as unidades da Federação. Mas, atualmente, vem caindo de posição, e a variação entre 2007 e 2017 foi de (-) 93,5% em milhões de US$ e (-) 59,6% em números de pares.

Assinam a manifestação que está sendo encaminhada a todos os candidatos ao governo do RS, além da ACI, os Sindicatos da Indústria de Calçados de Três Coroas, Igrejinha, Campo Bom, Dois Irmãos, Estância Velha, Novo Hamburgo, Parobé, Sapiranga, Farroupilha, São Leopoldo, Ivoti e do RS.

De Zotti - Assessoria de Imprensa
Em 11/09/2018