51 2108.2108
Área do Associado
esqueci minha senha

Notícias

06/09/2018

Hasteando nossos votos e valores

Clique na imagem e veja a galeria completa

A ACI acredita que um novo Brasil não pode abrir mão do voto consciente de seus cidadãos.

Acredita, também, que neste momento histórico cabe a cada cidadão aproximar-se estreitamente de suas referências éticas, sua crítica equilibrada e de atitudes coerentes com sua formação e crenças.

Tendo em mente que a cidadania não é atitude passiva, nossa Casa, ao longo deste ano, vem recebendo candidatos ao pleito de 2018, levando a estes propostas diretas, com transparência e objetividade. Oportunizando aos candidatos trazerem a esta Casa seus discursos de campanha e abrindo espaços para questionamentos de parte de nossos associados, consagramos a visão democrática e o firme posicionamento da ACI frente às grandes questões regionais e nacionais.

Pensar, concluir e praticar. Porque acreditamos com todas as nossas forças num Brasil possível.

Seguimos sempre na crença de que somente através de Instituições éticas e com respeito aos nossos símbolos e valores nacionais é que se dará a transformação tão almejada por cada um de nós.

Nesta manhã (06 de setembro), todos os nossos funcionários cantaram o Hino Nacional enquanto hasteávamos as bandeiras do Brasil, do Estado do Rio Grande do Sul e de Novo Hamburgo, como o fazemos há muitos anos.

Convidamos todos os senhores e senhoras para integrarem este momento de saudação nas datas vindouras, nos dias que antecedem a celebração da Revolução Farroupilha e ao Dia da Bandeira - sempre às 8h30min - em frente à sede da nossa ACI-NH/CB/EV.

É praticando a cidadania e formando valores que transformamos.

Nestas eleições, clamamos a todos os nossos associados e sociedade que exerçam o seu direito de voto com o pensamento voltado a um Brasil de sucesso, a um Brasil de mais otimismo e no caminho de melhores dias para todos; sem diferenciação ideológica, racial ou de credo religioso.
Inspirando-nos no grande pensador José Ortega Y Gasset - “É imoral pretender que uma coisa desejada se realize magicamente, simplesmente porque a desejamos. Só é moral o desejo acompanhado da severa vontade de prover os meios de sua execução.”

ACI-NH/CB/EV